Existem várias formas de pôr fim à mucosite oral e assumir o seu controlo. Aprenda a gerir os sintomas da MO

Não é necessário aceitar a mucosite oral como uma consequência inevitável da terapêutica oncológica, na medida em que existem medidas que podem ser tomadas para controlá-la. Ao fim e ao cabo, já é suficientemente difícil ter de lidar com o cancro, sem ter de pensar em controlar os efeitos secundários do tratamento.

Dotted border

Experiência da Vida Real

Ouça aqui a Julie e Ian, ambos experimentaram episódios de mucosite oral e venha descobrir como eles lidaram com esse efeito colateral debilitante.


Nadine, 56, doente de cancro da mama
“A dor que eu sofri com esse problema na boca era muito pior do que a mastectomia total.”